Sobre nós

Milene Santos | Conservadora Restauradora, licenciada em Conservação e Restauro de Bens Culturais pelo Instituto Politécnico de Tomar, desde 2006. Mestrada desde 2011 em Conservação e Restauro – ramo Património Móvel, na especialidade de pintura de cavalete, pelo Instituto Politécnico de Tomar, com estágio curricular no Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia em Madrid. 

Ainda durante o mestrado, participou na intervenção de conservação e restauro de um conjunto de pinturas de cavalete a integrar na exposição temporária As Caldas e a República, no Museu José Malhoa, Caldas da Rainha.

Após terminados os estudos, recebeu uma bolsa de investigação Ibero-americana ENDESA em conservação e restauro de pintura e escultura de arte contemporânea no Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, desenvolvendo também trabalhos de montagem e desmontagem de exposições, coureir de obras de arte e entrevistas a artistas, entre 2011 e 2012.

Entre Setembro e Outubro de 2012, participou na intervenção de uma pintura, de grandes dimensões, pertencente ao Banco Santander em Santander.

Foi responsável técnica e professora de Conservação e Restauro de Pintura e do seminário em Conservação Preventiva, através da Universidade Autónoma de Lisboa, entre 2013 e 2014.

Em 2014, recebeu uma bolsa de formação para jovens profissionais do sector cultural, em Conservação Preventiva na coleções do Museu Arqueológico Nacional de Madrid com a bolsa IBEREX.

Desde 2011, tem vindo a desenvolver trabalhos em conservação e restauro de diversos tipo de materiais destacando-se as intervenções na Igreija de São Pedro (Torres Vedras), Igreja de São João Baptista das Lampas (Sintra), Igreja de Santa Maria Madalena (Turcifal), Capela do Espirito Santo (Turcifal), Igreja da Nossa Senhora da Encarnação (Olhalvo), Igreja do Mosteiro das Chagas (Lamego) e Basílica de Nossa Senhora do Rosário (Fátima). Também participou em diversos cursos e workshops relacionados com a conservação e restauro.

Autora dos artigos: Intervenção da pintura sobre tábua “Pentecostes” de Diogo Teixeira Capela do Espirito Santo, Turcifal com Alexandra Gameiro; e Las problemáticas de la conservación del Street Art, com a conservadora restauradora Daniela Morgadinho.

Atualmente, encontra-se a desenvolver um projeto de Salvaguarda dos Bens Culturais – “Salvaguardar” com atuação em diversas áreas do património.

Daniela Morgadinho | Conservadora Restauradora, licenciada em Conservação e Restauro de Bens Culturais pelo Instituto Politécnico de Tomar, desde 2008.

Mestrada, desde 2012, em Conservação e Restauro – Ramo Património Móvel, na especialidade de mobiliário, pelo Instituto Politécnico de Tomar, com estágio curricular na empresa Arcaz Restauración, em Madrid.

Em 2013, participou na intervenção de conservação e restauro do retábulo de Nossa Senhora de Fátima na Igreja de Santa Luzia, na freguesia de Feteiras, São Miguel, Açores e na Capela do Espirito Santo na ilha das Flores, Açores.

No ano de 2014, realizou um estágio profissional no Instituto Politécnico de Tomar, no laboratório de madeiras, participando na intervenção de mobiliário, talha e metais.

Em 2015, participou na intervenção: das esculturas e dos retábulos da Igreja das Chagas, em Lamego; de uma das fachadas do Palácio Nacional de Queluz, em Queluz: e de materiais orgânicos no Santuário de Nossa Senhora do Rosário em Fátima.

Participou em wokshops de conservação e restauro de materiais pétreos e mobiliário no Palácio Nacional de Queluz e no Palácio Nacional da Ajuda, respetivamente, entre outros. Atualmente, realiza um curso de Inventário dos Bens Culturais da Igreja, organizado pelo Secretariado dos Bens Culturais da Igreja, em Fátima.

Autora dos artigos: Estudo integrado a propósito da Conservação e restauro de um altar portátil com representação simbólica da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, em colaboração com o Professor Adjunto e Conservador Restaurador do Instituto Politécnico de Tomar, Fernando dos Santos Antunes; e Las problematicas del la conservación del Street Art, com a Conservadora Restauradora, Milene Santos.

Atualmente, encontra-se a desenvolver um projeto de Salvaguarda dos Bens Culturais – “Salvaguardar” com atuação em diversas áreas do património.